top of page

Bibliografia Rosemari Kalluf



Nascida em Curitiba no Portal de Santa Felicidade, ROSEMARI KALLUF, mulher, mãe, avó, dona-de-casa, advogada e jornalista é filha de comerciantes e neta de imigrantes de origens árabe, italiana, espanhola e austríaca.

Sua formação em Direito pela FDC e Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela PUC/PR, com pós-graduação em Ciências Políticas pela Faculdade Espírita do Paraná, além de líder universitária e demais lideranças exercidas em vários segmentos sociais e políticos, a credencia para bem representar, condignamente, o Paraná na Assembleia Legislativa, junto à elaboração de leis em prol do povo paranaense, com projetos de leis voltados para a Manutenção da Ordem e do Direito, onde o Estado seja o meio, o fim o ser humano, sendo que a base seja o povo e o objetivo, a plena realização do homem, como indivíduo e como ser social.

ROSEMARI KALLUF será também a vez, a voz e a atuação da mulher para ajudar a colocar a casa em ordem e garantir a verdadeira Democracia da Nação Brasileira com homens e mulheres caminhando juntos nas decisões políticas pela Família Brasileira, na certeza de um mundo melhor e mais justo.

Lembre-se: não há poder nem mandato sem o voto: o seu!

O futuro é agora! Venha comigo e faça a diferença.

No próximo dia 2 de Outubro, vote

ROSEMARI KALLUF – 10111

O PARANÁ É O POVO, QUE EM SEU TRABALHO E SABEDORIA SE DESCOBRE EM TODA SUA MAJESTADE!

----------------------------------------------

Sua caminhada na estrada da vida profissional e social:

ROSEMARI KALLUF desde antes de sua adolescência, junto com seus irmãos, ajudava seus pais no comércio de Secos e Molhado do Armazém do Nino, que abrangia os bairros Mercês/Cascatinha/Santa Felicidade, de propriedade da família.

Aos 17 anos, em maio de 1967, ainda com carteira de menor (existente à época), estreou de carteira assinada na rede HM – Hermes Macedo, na loja da Barão do Rio Branco, em Curitiba.

Em 1968, após ser aprovada em concurso, Rosemari inicia sua vida profissional junto a COPEL - à época nominada Companhia Paranaense de Energia Elétrica -, onde ficou até 2006, quando se aposentou.

Entre seus inúmeros feitos na empresa, criou o projeto do Primeiro Conselho de Consumidores da COPEL, conselho este pioneiro entre as empresas do setor elétrico no país e foi sua primeira Secretária Executiva, tendo-o implantado juntamente com a diretoria de então, em todas as regionais do Paraná.

Em 1985 foi cedida para a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná para exercer a função de assessora parlamentar da Presidência daquela Casa de Leis.

Enquanto adida criou e coordenou o Programa de Alfabetização, Político, Cultural e Profissionalização da ALEP.

Também atuou no jornalismo escrito e falado do Comitê de Imprensa da ALEP e, à época da elaboração da Carta Magna do Estado, Rosemari atuou como repórter exclusiva do Boletim Especial da Constituinte Estadual – que ia ao ar diariamente em rede estadual antes da Hora do Brasil -. Nessa ocasião, foi a responsável pelo encaminhamento dos estudos e trabalhos da COPEL reivindicando os Royalties para a empresa de energia, cuja colaboração efetiva resultou nessa conquista em benefício do Paraná.

Como dirigente sindical Rosemari sempre lutou por conquistas justas para as categorias a que representou, seja junto ao Sindicato dos Eletricitários – SINDINEL, onde atuou como diretora no início dos anos 2000, como também representante dos advogados junto ao Sindicato dos Advogados do Estado do Paraná – SINAP, onde depois de atuar como diretora, foi eleita por unanimidade como presidente da entidade, para a gestão 2008/2012.

Foi sócia fundadora do Rotary Club de Curitiba Gralha-Azul (primeiro fundado por mulheres no mundo), assim como fundadora do Clube Soroptimista Internacional Glória e da Associação das Donas-de-Casa de Curitiba, nessa feita colaborando com conteúdos dos quatro livros contendo a compilação dos estudos que subsidiaram a elaboração dos projetos de lei que resultaram na criação do Código de Defesa do Consumidor e, consequentemente, após a união das donas-de-casa do país nessa empreitada, veio então à criação dos Conselhos de Defesa do Consumidor, primeiramente nas capitais e depois nos municípios.

Foi também membro de Conselho de Defesa do dos Usuários da Telepar.

A pedido da Presidência de então da COPEL, se empenhou no projeto de criação do Conselho de Consumidores da COPEL – primeiro entre as Elétricas do Brasil e o implantado junto com aquela diretoria as regionais da empresa no Estado.

Também na COPEL foi a responsável principal pela criação da Sala Parigot de Souza, com os bens doados pela família Parigot para que a empresa tornasse possível um museu com o acervo do que fez parte da vida pessoal e profissional desse homem considerado o pai da Copel, Dr.Pedro Viriato Parigot de Souza.

Foi também diretora da Associação Paranaense de Imprensa, tendo inclusive participação na refundação do Movimento Pró-Paraná, onde atuou por muitos anos em prol do Estado do Paraná.

Membro da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Paraná e também da Federação Nacional dos Jornalistas Profissionais, a nível nacional e internacional.

Na gestão 2008/2012, foi Presidente do Sindicato dos Advogados do Estado do Paraná – SINAP. Atualmente, representa o Paraná junto à Federação Nacional dos Advogados.

O futuro é agora! Venha comigo e faça a diferença.

Lembre-se: não há poder nem mandato sem o voto: o seu!

O PARANÁ É O POVO, QUE EM SEU TRABALHO E SABEDORIA SE DESCOBRE EM TODA SUA MAJESTADE!

ROSEMARI KALLUF, Advogada e Jornalista.

6 visualizações0 comentário
bottom of page